Buscar
  • HOGAR

5 dicas para Empreendedores

Atualizado: 17 de Ago de 2018

Um empreendedor deve sempre estar atento à gestão do seu negócio, garantindo assim que exista rentabilidade e crescimento, e também que não haja problemas no percurso. Confira 5 dicas da HOGAR Contabilidade para os empreendedores:



(1º Dica) Conhecer o Negócio: O Empreendedor não precisa, necessariamente, entender de gestão. O mais importante é o conhecimento de um determinado segmento. Geralmente esse conhecimento advém de experiências laborais ou de eventual afinidade (gosto pessoal). Ele ajudará o novo empreendedor a montar um negócio que agrade ao público além de promover melhor qualidade. É imprescindível entender que qualidade e atratividade são ferramentas indispensáveis para o sucesso de todo negócio.


(2ª Dica) Cuidado com as Finanças: É extremamente comum o empreendedor misturar a finança pessoal com as finanças da empresa. Essa conta nunca fechará positiva. A empresa precisa sobreviver independentemente da vida pessoal do sócio. O empreendedor precisa entender que ele viverá do Lucro da empresa e, não, do caixa da empresa. Assim, os compromissos da empresa sempre devem estar em primeiro lugar.


(3ª Dica) Fornecedores: Ainda sobre o viés da qualidade, escolher o melhor fornecedor garante, além de um bom preço, a fidelização dos clientes. Alguns pontos devem ser analisados na escolha dos parceiros comerciais. O primeiro a ser observado é a qualidade. O segundo ponto é a aceitação desse produto no mercado em que a empresa está inserido e, por fim, o terceiro e fundamental ponto, é o custo da aquisição desse produto. A equação da boa venda não pode levar em conta apenas a margem de lucro do produto, mas o volume de venda e a identidade que esse produto trará ao seu negócio.


(4ª Dica) Atendimento: Um atendimento diferenciado é a melhor forma de um pequeno empreendedor se destacar de um concorrente maior. A proximidade gera fidelidade e, atrelada à qualidade, são ferramentas indispensáveis para o sucesso.


(5ª Dica) Como pagar Imposto: Uma boa gestão do caixa deve atender a seguinte ordem de prioridade: Folha de Pagamento, Fornecedores, Despesas Gerais, Impostos e, por último, remuneração do Sócio. Parece injusto estar por último quando o assunto é a divisão da riqueza produzida pela empresa. Porém, esse é o risco do negócio e esse risco é todo do empreendedor. Grandes resultados significam grandes ganhos. Momentos de aperto orçamentário requerem uma desaceleração nos ganhos.


Você, empreendedor, gostaria de saber mais dicas sobre a Gestão do seu negócio?

Entre em contato com a HOGAR Contabilidade.



0 visualização

© 2023 HOGAR Contabilidade. Criado orgulhosamente por Estação Criativa.